Parque Social dá continuidade ao Projeto Convivendo e Aprendendo nas comunidades de Plataforma, Cajazeiras, Pau da Lima, Castelo Branco e Nordeste de Amaralina

Destinado a pessoas em situação de vulnerabilidade social, o Projeto Convivendo e Aprendendo é resultado da parceria com Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza – SEMPS

" alt="" itemprop="image" />

O Projeto Convivendo e Aprendendo vem sendo realizado pelo Parque Social desde 2016, com o objetivo de promover convivência social e fortalecimento de vínculos comunitários e familiares, por meio de ferramentas socioeducativas e culturais.

Este ano serão atendidas as comunidades de Plataforma, Cajazeiras, Pau da Lima, Castelo Branco e Nordeste de Amaralina, tendo em vista a inclusão ou reinclusão social de crianças, adolescentes, jovens e idosos, fortalecendo o seu potencial enquanto agente de transformação de sua própria realidade.

O Projeto conta com uma equipe de profissionais que atuará através de intervenções e vivências práticas, como oficinas de condicionamento físico e consciência corporal, alimentação saudável, artesanato, literatura, entre outras, numa programação a ser realizada de segunda a sexta-feira, das 08 às 17 horas.

Em cada comunidade, serão disponibilizadas um total de 200 vagas, oferecidas de acordo com faixa etária e atividade. Saiba onde o Projeto acontecerá nessas comunidades:

  • Plataforma: Associação de Moradores de Plataforma (AMPLA) – Praça São Braz, nº 14, Plataforma.
  • Cajazeiras: Casa do Trabalhador – Estrada do Coqueiro Grande, n° 02, Fazenda Grande II.
  • Pau da Lima: Espaço Axé – Rua Pastor José Guilherme de Moraes, n° 07, Pau da Lima.
  • Nordeste de Amaralina: Academia Mister Brasil – Rua Jorge de Barros, n° 71, Nordeste de Amaralina
  • Castelo Branco: Centro Espirita Caridade e Trabalho – Rua 14, 3ª Etapa, Setor 01, QD 10, n° 07, Castelo Branco

Participe! Inscrições abertas nos locais de funcionamento do Projeto, na sede do Parque Social. Mais informações com a Coordenadora do Projeto, Luciana Lopo, ou com a Assistente Social, Inês Dantas, pelo telefone: 71 3202-7100.

Leave a Comment