Participantes do Projeto Agente Multiplicador de Educação Ambiental aprendem sobre tratamento e valorização de resíduos

Com os objetivos de conhecer sobre o setor de educação ambiental e como é feito o aterro de lixo do município de Salvador, Lauro de Freitas e Simões Filho, os participantes do Projeto Agente de Multiplicador de Educação Ambiental visitaram nesta quinta-feira (21) e sexta-feira (22) às empresas Revita e Battre.

A ação complementar proporcionou também o aprendizado sobre a ressignificação de resíduos e o entendimento sobre o lixo como algo que tem valor agregado e pode ser reutilizado.

“Quando eles entendem para onde vai todo o lixo produzido e o processo que envolve o armazenamento desse lixo, eles compreendem a necessidade de reduzir a emissão de resíduos e percebem que reutilizar e ressignificar faz mais sentido”, explica a coordenadora do Projeto Agente de Multiplicador de Educação Ambiental, Lissa Varjão.

O Projeto Agente Multiplicador de Educação Ambiental, tem o apoio da Prefeitura Municipal do Salvador e já capacitou 100 jovens moradores dos bairros da Federação, Mata Escura e São Caetano para que eles sejam multiplicadores de ações que possibilitem a preservação do meio ambiente, o aproveitamento dos resíduos e materiais descartados, sendo também desenvolvedores de projetos sustentáveis com foco na realidade local.

Assessoria de Comunicação – Parque Social, em 25.02.2019
Texto: Carla Costa (Jornalista DRT:03850)
(71) 3202-7167
carla.costa@parquesocial.org.br
www.parquesocial.org.br
Facebook: @parquesocial

Deixe um Comentário