Parque Social realiza recepção para os novos Agentes da Educação

O estagiário cumprirá uma carga horária de 30 horas semanais, distribuídas entre o turno matutino e vespertino.

Os 137 novos estudantes de pedagogia contratados para atuarem como Agentes da Educação compareceram nesta quinta e sexta-feira (12 e 13) na sede do Parque Social.

O encontro teve como propósito dar as boas-vindas, apresentar os dados estatísticos levantados pelo Programa, os seus objetivos, estratégias e a socialização das experiências dos estagiários que já atuam. Os novos Agentes também tiraram dúvidas e conheceram a equipe que vai orientá-los em campo.

“ Esses novos Agentes da Educação chegam em um momento muito especial do   Programa, onde temos atingindo números expressivos de regularizações e resultados na melhoria do desempenho escolar dos estudantes da rede municipal de ensino. Portanto, a gente tem certeza que esse ingresso vai impactar ainda mais positivamente o final do ano letivo de 2019 e todo o ano letivo de 2020”, explica a coordenadora do Programa Ana Fernanda Souza.

Com essas contratações, o Programa Agente da Educação – uma parceria da Prefeitura Municipal do Salvador com o Parque Social – passará a contar com 400 agentes. Criado em 2015, o programa tem como objetivo contribuir para a redução do abandono escolar através do fortalecimento do vínculo entre unidade de ensino, família e comunidade. Com apoio dos gestores, da equipe pedagógica e dos demais integrantes da escola, o Agente da Educação realiza uma série de atividades focadas nos alunos, na aproximação das famílias na rotina estudantil e no engajamento da comunidade através de parcerias.

“Esse Programa com certeza me trará uma bagagem profissional surpreendente e, para além disso, me possibilitará ser um seu humano melhor, mais atuante. Entusiasmo define o que estou sentindo”, explicou a nova Agente da Educação Adriana Nascimento.

Dados do Parque Social mostram que a adoção do Programa tem transformado o ambiente escolar e beneficiado alunos, profissionais, familiares e toda a comunidade envolvida no processo educativo. De setembro de 2015 a julho de 2019, o Parque Social registrou 176.610 casos de infrequência nas escolas atendidas pelo programa, dos quais 91.433 foram regularizados (51,77 % dos casos).

Para ser um Agente da Educação é preciso ter idade igual ou superior a 18 anos, estar matriculado em Instituição de Ensino Superior do curso de pedagogia – presencial noturno ou à distância –, cursando entre o segundo e sexto semestre e ser residente na comunidade onde vai atuar, para o qual receberá, mensalmente, a bolsa auxílio no valor de R$ 928,00 mais transporte.

Deixe um Comentário