rosario

O Líder Empreendedor Social

Rosário Magalhães

Ao longo dos 13 anos que atuo buscando apoiar diversas comunidades, entendo que o papel da liderança comunitária e de representantes de organizações diversas que prestam serviços para a melhoria da qualidade de vida daqueles que mais precisam, tem que ser valorizado, pois são eles que conhecem o dia a dia de suas comunidades, sabem que existem problemas a serem superados, mas acima de tudo conhecem bem seus talentos, potencialidades e têm o poder de mobilizar e influenciar positivamente no sentido de buscar soluções, bem como enxergar novas perspectivas de desenvolvimento sócio comunitário.

Com isto, quero dizer, que para mim, sempre ficou claro que o poder das comunidades está no seu potencial de acreditar que sempre é possível se superar e participar da construção de um futuro melhor.

Daí surge a necessidade de instrumentalizar aqueles que podem contribuir cada vez mais com suas comunidades, facilitando o diálogo com os atores locais e agentes externos a partir de propostas sólidas em que sejam estabelecidas prioridades e as principais estratégias de atuação, na perspectiva de maior eficiência e eficácia dos resultados, para que tenham desta forma, maior legitimidade junto à comunidade que representam.

Acredito que, uma verdadeira transformação só se dá através de ações de impacto na vida das pessoas e das comunidades e que, neste contexto, o mero assistencialismo se torna insuficiente. Por isto é necessário que se busque ter outro nível de consciência e que se adote novas atitudes.

Sendo assim, é preciso ampliar os conhecimentos sobre a situação atual da área social, as práticas adotadas de intervenção, valorizando experiências de sucesso e de participação cidadã. Estou certa que com um conhecimento mais amplo, o líder empreendedor social, passa a ter um olhar diferenciado sobre seu papel como agente de transformação da realidade local, atuando com mais propriedade em prol de suas comunidades.

Ainda mais importante do que o líder empreendedor social ampliar seus conhecimentos sobre temas relevantes na área social e de gestão, é se capacitar para pensar e desenvolver projetos possíveis de serem implementados nas suas comunidades, bem como criarem condições para a conquista de parceiros que possam colaborar para a realização desses projetos.

Destaco também a importância do compromisso e engajamento que devem ser retratados através de uma postura de participação ativa e devotada a uma causa maior que é a de servir com dignidade, humildade, respeito, solidariedade e empatia para que todo seu esforço seja reconhecido e para que as ações possam servir de exemplo e assim serem replicadas em diversas comunidades.

Neste contexto, é que se insere o Parque Social como uma casa aberta às comunidades, com o propósito de ser um centro de referência no apoio à descoberta dos seus ativos, talentos e potenciais, um instrumento de suporte para seu desenvolvimento que tem como principal crença a capacidade das pessoas e comunidades como agentes de mudança de seu próprio destino.

Finalizo, citando a frase, “O futuro não virá, temos que buscá-lo; são nossas atitudes e escolhas que fazem o mundo”. Pensem Nisto!

Rosário Magalhães, Psicóloga e Diretora-Presidente da Organização não governamental Parque Social – Empreendedorismo e Desenvolvimento Social.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0