Programa Agente da Educação contribui com uma educação inclusiva e de qualidade em tempos de pandemia

" alt="" itemprop="image" />

A necessidade de isolamento social não tem impedido que os Agentes da Educação atuem de forma assertiva e criativa com os estudantes da rede pública municipal. Desde o início da pandemia, os estagiários, estudantes de pedagogia, têm desenvolvido diversas formas para manter os alunos motivados e interessados, em um processo de fortalecimento de vínculos aproximando escola, família e comunidade.

Ações como lives, vídeos, contação de histórias, entre outras, tornaram-se rotina e já fazem a diferença não só na vida dos alunos, mas também dos Agentes da Educação.

“No momento em que escolas fecharam tivemos que nos reinventar e nos adequar as novas modalidades educacionais. Pensei então em investir em momentos lúdicos e alegres. Criei um painel bem criativo e montei um cenário para gravar os vídeos, me especializei nas edições e com isso passei a produzir conteúdos mais atrativos e que fazem muito sucesso entre os alunos”, explica a Agente da Educação da GR Liberdade, Marcia de Jesus.

De acordo com a Diretora – Geral do Parque Social, Sandra Paranhos, ser Agente da Educação é uma experiência enriquecedora além de contribuir com o sistema educacional do município. E consciente da importância desse trabalho, que nos dias 29, 30/06 e 01/07, o Parque Social promoveu a disciplina Técnicas de Ludicidade na Aprendizagem, fazendo parte da  Formação Continuada do Programa.

A aprendizagem prática dos recursos digitais contribuirá para um maior engajamento e interação do Agente da Educação com os alunos e a família, fazendo com que o estagiário aprenda a criar um cronograma de ações tanto para os alunos que estejam frequentando as aulas presenciais nas Unidades Escolares quanto os que participam das aulas on-line.

“Uma vez que o Parque Social criou a tecnologia e é co-gestor do Programa Agente da Educação, ficamos orgulhosos com os resultados alcançados e com o trabalho dos agentes que vem apresentando resultados significativos na perspectiva de serem agentes facilitadores de transformação, desenvolvimento e inclusão social, mesmo diante do atual cenário causado pela COVID-19.  Estamos sempre oferecendo possibilidades de aprimoramento para o trabalho desenvolvido”, destaca Sandra.

 

Desde agosto de 2015 o Programa vem gerando resultados muito significativos para o cenário da educação municipal, a iniciativa já acompanhou 292.120 casos de frequência irregular, regularizando 155.161 (53,5%) alunos da Rede Municipal de Ensino, 84.251 atividades que fortalecem o vínculo ESCOLAxFAMILIAxCOMUNIDADE, sendo 71.020 atendimentos na escola e 13.231 visitas domiciliares, realizando 22.690 Ações Transversais (parcerias, visitas a museus, peças teatrais…) , Sincronizadas (lives, doações de livros, palestras…) e Coletivas (divulgação do Programa e captação de parceiros), por meio do apoio de 5.893 parceiros.

Deixe um Comentário