Sua doação terá um impacto positivo para o social

Faça sua doação

Chave PIX: doe@parquesocial.org.br

Tipo de chave: E-mail

Nome: Parque Social

Sua doação faz muita diferença na vida das pessoas através dos nossos projetos

O Projeto Empreendedor Digital visa transformar e incluir socialmente adolescentes por meio do desenvolvimento de habilidades digitais. Além de aprimorar competências tecnológicas, o projeto foca na promoção da autoestima e autonomia. Destaca-se também por impulsionar empreendimentos locais e periféricos, transformando o espaço digital em uma fonte de renda e desenvolvimento econômico.
A IN PACTO, fruto da colaboração entre o Parque Social e a Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência, é uma incubadora de negócios sociais em Salvador. Oferece suporte e qualificação a empreendedores alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, destacando-se em áreas como Economia Circular e Desafio de Impacto Salvador Resiliente. A IN PACTO encoraja ativamente os empreendimentos a participarem de oportunidades além da incubação, proporcionando acesso a prêmios e investimentos, sendo um agente transformador para o desenvolvimento socioeconômico local.
O Projeto Afro-Moda em Rede, vencedor do Edital da Fundação Banco do Brasil e promovido pelo Parque Social em comunidades de baixa renda de Salvador, capacita mulheres negras para o empreendedorismo na moda étnica.
O Programa Comunidade Empreende (PCE) foi criado para promover o autodesenvolvimento em diversas comunidades, abrangendo o Bairro da Paz (2014), Pelourinho (2015) e a Região do Nordeste de Amaralina (2018). Concentrando-se no estímulo ao Empreendedorismo Social, o PCE busca fortalecer a organização comunitária, valorizar ativos locais, reconhecer empreendedores sociais, promover a educação cidadã e resgatar a motivação dos empreendedores, promovendo cooperação e integração para impulsionar o desenvolvimento comunitário e econômico.
O Programa Agente da Educação foi criado para melhorar o desempenho escolar, reduzir evasão e absenteísmo, promovendo a aproximação entre escola, família e comunidade. O programa, em parceria com a Secretaria Municipal da Educação e o Parque Social, atua como cogestor, oferecendo capacitação contínua e remuneração acima do mercado. Além de beneficiar os alunos, o programa representa uma oportunidade significativa para os estudantes de Pedagogia, desempenhando um papel fundamental no trajeto educacional de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica.
O Projeto Jovem Aprendiz Empreendedor tem como propósito a formação profissional de jovens entre 14 e 22 anos, abrangendo conhecimentos técnicos, orientação no planejamento de vida e fortalecimento da formação cidadã, com uma carga horária total de 1.280 horas. O Parque Social enriquece essa formação ao oferecer atividades culturais, acompanhamento profissional e suporte psicossocial. Os jovens capacitados desempenham funções como auxiliares administrativos na Prefeitura Municipal do Salvador.
O Projeto Convivendo & Aprendendo cria espaços de convivência social em áreas de extrema pobreza, fortalecendo laços familiares e comunitários. Busca promover socialização, integração e participação em atividades lúdicas e criativas para crianças, adolescentes, jovens e idosos. Realizando oficinas nas comunidades de Nordeste de Amaralina, Cajazeiras, Castelo Branco, Pau da Lima e Plataforma, o projeto oferece aprendizado, resgata a autoestima, fomenta a cidadania e incentiva a cultura empreendedora como meio de inclusão e desenvolvimento social.
O Projeto Multiplicadores de Educação Alimentar e Nutricional capacita crianças e adolescentes para se tornarem agentes multiplicadores de hábitos alimentares saudáveis. Além de atender ao direito humano à alimentação adequada, a iniciativa busca empoderar as gerações mais jovens, possibilitando que disseminem conhecimentos sobre educação alimentar e nutricional em suas comunidades.
O Projeto Jovem Monitor de Turismo visa valorizar a identidade cultural e histórica dos bairros periféricos de Salvador. Proporciona conhecimentos e experiências em locais pouco explorados pelos roteiros turísticos tradicionais, promovendo o sentimento de pertencimento e incentivando a participação cidadã. A iniciativa inclui mapeamento dos talentos locais para destacar as riquezas das comunidades. Além disso, oferece formação profissional aos jovens participantes, contribuindo para o desenvolvimento local, geração de emprego e renda.